Aquavalor disponibiliza câmara frigorífica adequada ao armazenamento da vacina da Pfizer e espaço para vacinação contra a COVID-19 no Alto Tâmega.

 

Os Municípios do Alto Tâmega – Boticas, Chaves, Montalegre, Ribeira de Pena, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar – comprometidos com o esforço nacional no combate à pandemia COVID-19, estão disponíveis para, através da Aquavalor, participada maioritariamente pela Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT) e Instituto Politécnico de Bragança (IPB), suportar eventuais carências logísticas ao nível do armazenamento da vacina da Pfizer.

Uma das características e requisitos de conservação desta vacina traduz-se na necessidade de ter de ser mantida e transportada a uma temperatura de -70ºC. São precisamente as suas condições de armazenamento motivo de grande preocupação para a OMS (Organização Mundial de Saúde), uma vez que nem todos os Países terão capacidade para reunir estas condições em grande escala.

 

Foi com base nesta dificuldade que a AquaValor – Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Água, (que tem como sócios maioritários a CIMAT e o IPB), tomou a decisão de disponibilizar à Saúde Pública a utilização de um equipamento de refrigeração capaz de gerar uma temperatura de 86 graus negativos e uma capacidade de armazenamento de 528 litros, características adequadas para o armazenamento da vacina da Pfizer. Simultaneamente e em caso de necessidade, a Aquavalor disponibilizará espaços para que se realize o processo de vacinação aos habitantes do Alto Tâmega.

 

Recorde-se que a AquaValor atua, essencialmente, em torno da temática da água, nas suas várias vertentes (turismo, agricultura, termas e energia), enquanto valor distintivo/identitário, agregador e potenciador de crescimento económico na região do Alto Tâmega.